segunda-feira, 16 de julho de 2018

Sobre o entreguismo das Forças Armadas


Como hoje estou com o meu tempo muito apertado, vou deixar um vídeo reflexivo de PHA sobre a indiferença das Forças Armadas diante do desmonte e da entrega das nossas riquezas e patrimônio público. Se a função das forças armadas é garantir a nossa soberania, onde elas estão diante do entreguismo criminoso do governo golpista?


domingo, 15 de julho de 2018

Como a Lua influencia as nossas marés


Se tem uma coisa que eu nunca consegui explicar direito foi como a ação gravitacional da Lua (e do Sol) influencia na variação da altura das marés do nosso planeta. Foi aí que, por acaso, achei um vídeo no YouTube do Nexo Jornal que explicou de forma concisa e rápida como ocorre a Força de Maré. Vou compartilhar o vídeo abaixo porque ele é bastante didático sobre este tema.

sábado, 14 de julho de 2018

Sobre poligamia, instinto e relacionamentos


Eu costumo dizer por aí que eu amo pessoas e odeio relacionamentos. Relacionamentos me fazem detestar quem eu amo. Sim, eu sei bem que existem muitas mulheres fantásticas, maravilhosas, meigas, bem-humoradas, carinhosas e que adorariam conhecer um sujeito como eu, mas nem com elas eu aceitaria ter algum relacionamento. É sempre a mesma coisa: brigas, DR, ciúmes, conflitos, choque de interesses, estresse, cobranças, problemas familiares e um monte de outras coisas horríveis que prefiro nem lembrar que existem. E tem mais, acho que a maioria dos homens não deveria se relacionar, porque a natureza masculina é arredia e poligâmica por natureza. Esse negócio de ter uma parceira para a vida toda não está de acordo com os nossos instintos e nem com a seleção natural de centenas de milhares de anos onde a função reprodutiva do homem era de cobrir o maior número possível de fêmeas. Como os homens não ficam grávidos e produzem gametas constantemente, a tendência é buscarem mais quantidade que qualidade – e isso é uma fonte de desequilíbrios quando tentam se manter presos a uma só parceira. Daí que vemos cada vez mais mulheres reclamando que seus maridos veem muito pornô ou que nenhum homem resiste olhar quando passa um belo rabo de saia. É do instinto do homem mesmo essas coisas, não acredito que tenha como mudar. O homem só se "mantém na linha" se for muito reprimido religiosamente falando ou submisso à parceira. É uma programação evolutiva dos genes que faz toda bela mulher atrair os rapazes. O homem que nega isso sabe que está indo contra a sua natureza. Como já dizia um solteirão convicto lá do GP Guia: "Quer romance? Leia um livro. Quer fidelidade? Compre um cachorro. Quer conversar? Vá ao psicanalista". É por isso que eu acho que a maioria dos homens não deveria se casar, porque com certeza não será feliz e nem fará a sua esposa feliz.

Já as mulheres seguem por uma linha semelhante, porque a monogamia nunca fez parte do histórico evolutivo das mulheres. Na época do matriarcado, por exemplo, as mulheres tinham vários parceiros ao longo da vida. E essa imposição da monogamia veio com o patriarcado, limitando as mulheres a meras parideiras de seus maridos, como se fossem propriedade deles. Além disso, acho que mulheres se relacionam muito melhor com outras mulheres do que com homens. Afinal, ninguém melhor que outra mulher para compreender certas idiossincrasias femininas que são vistas como incognoscíveis para os homens. Fora que com outra mulher, as chances de contrair DSTs e sofrer um relacionamento abusivo são quase nulas (gravidez indesejada então, é impossível). Mas enfim, isso é tema para outro post. O fato é que a monogamia é um anátema para a maioria das pessoas porque nos aprisiona a um padrão de felicidade imposto culturalmente.

O que importa é que todo mundo esteja feliz

Acho essa imposição social de relacionamentos e da monogamia uma coisa horrível. Cada um é feliz dentro da sua própria realidade. Eu mesmo me senti imensamente mais feliz quando encontrei a felicidade na minha própria presença.

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Jamais torcerei por fascistas


Eu nem estava dando muita bola para este mundial de futebol, mas depois que alguns jogadores, integrantes da comissão técnica e torcedores croatas fizeram uma série de referências ao nazismo entre saudações, enaltecimentos, provocações e gritos nazistas, acabei levando esta copa a sério pela primeira vez. Depois que a política entra em campo, não consigo ficar indiferente. Contudo, infelizmente, não é de hoje que a Croácia vem fazendo apologia ao nazismo. Em um jogo pelas eliminatórias da Eurocopa contra a Itália, alguns croatas chegaram ao cúmulo de desenhar uma suástica nazista no gramado do estádio. Apesar de não gostar muito da seleção francesa devido às eliminações que ela causou à nossa seleção desde 1986, não vejo outra escolha a não ser torcer para os azuis. Nunca que eu torceria para um time que faz incitação ao nazismo. Allez les Bleus!

Suástica no gramado croata

Fontes:
-A seleção croata e a exaltação do nazismo
-Croatas seguem enaltecendo o nazismo na Rússia
-Croácia tem que ser excluída da Copa
-Futebol e política não se misturam, com exceção dos nazistas da Croácia
-Ignorância histórica não é monopólio da direita

quinta-feira, 12 de julho de 2018

O papel ridículo do poder judiciário


A negação do Habeas Corpus de Lula foi uma coisa tão surreal, "teratológica", imoral e estapafúrdia, que não estou conseguindo pensar em outro assunto para ser postado nesses últimos dias. Eu até pensei em falar sobre porque vou torcer contra a Croácia na final da Copa, mas esse malabarismo grotesco para manter Lula preso é tão ridículo e descarado que simplesmente não deixa meus pensamentos em paz. O que fica claro nessa porralouquice toda é que há um conluio político dentro das instituições brasileiras para que Lula fique fora das eleições a qualquer custo.


O que mais chama atenção nisso tudo é a injustiça gritante. A mesma presidente do STJ que soltou um criminoso que estuprou mais de 30 mulheres negou o HC de um ex-presidente preso sem provas. E como se não bastasse manter encarcerado um inocente, a presidente do STJ ainda elogiou um juiz claramente tendencioso que desobedeceu a uma instância superior estando de férias e sem jurisdição sobre o caso. Isso, sim, é uma decisão totalmente "teratológica". A sensação que fica é que estamos caminhando paulatinamente para uma ditadura escancarada.
Quando PF, MPF, juízes, ministros do STF e até militares passam a agir tendenciosamente sob a tutela de uma mídia oligárquica que apoiou ditaduras no passado, fica muito evidente que há forças muito poderosas por trás disso tudo. É um verdadeiro escárnio o que está acontecendo com o poder judiciário brasileiro. Será que nós vamos ter que esperar até o fim das eleições para ver o ministro Gilmar Mendes soltar o Lula? Afinal de contas, até onde vai essa farsa? Quem esses rábulas pensam que enganam com essa encenação ridícula que nem o mais boçal dos canastrões seria capaz de fazer?

Digno de uma tirinha de humor, este é o poder judiciário brasileiro