quarta-feira, 15 de maio de 2013

Dicionário Pernambuquês


Imagine a seguinte cena: um cliente chega numa padaria e pede o seguinte ao padeiro:

"Por favor, me veja um pão-crioulo, um taco de queijo e um café grande".

O quê?  Você não entendeu o que ele pediu? Então você precisa de umas boas aulas de pernambuquês!

A seguir, deixo o meu léxico pessoal com as principais palavras do dialeto pernambucano:

A
Abigobal:
Pessoa tola, boba, abestalhada, mamão, mongol, retardado.
Ex: Fulano é tão abigobal que não decora nem a tabuada de zero!

Afolozado:
Frouxo, largo.
Ex: Essa meia velha tá toda afolozada.

Amaro Bocão:
Apelido do maior cemitério do Recife: o Cemitério de Santo Amaro. Usado também para descrever que alguém morreu.
Ex: Fulano foi pro Amaro Bocão!

Amostrado:
Exibido.
Ex: Esse aí tá todo amostrado só porque colocou um dente de ouro!

Aperrear:
Se chatear, ficar irritado. Quem tem aperreio está aperreado.
Ex: Ô rapaz, pára de aperrear o menino!

Aperreio:
Problema, agonia, estresse.
Ex: Esse trânsito do Recife é um aperreio!

Apôis:
Significa então, pois, confirmação ou qualquer coisa do gênero.
Ex1:  Se eu gosto dele? Oxe, mas e apois! Adoro ele!
Ex2: Apois ninguém veio ontem por aqui.

Arengar:
Brigar.
Ex: Os meninos estão arengando por causa da bola!

Arretado:
1.Alguma coisa muito boa, bacana.
Ex. Esse presente que eu ganhei é arretado!
2.Alguém com raiva, nervoso, fulo da vida.
Ex. Eu tô arretado com Sicrano!

Avexar:
Apressar.
Ex: Se avexe logo que eu tô atrasado.


B
Bala:
Munição. Raramente é usada para designar doce ou confete.
Ex: A polícia meteu bala nos bandidos.

Baque:
Queda, tombo.
Ex: O homem levou um baque do banco.

Birô:
Escrivaninha ou mesa de escritório.
Ex: Esqueci as chaves em cima do birô.

Biscoito:
Biscoito empacotado de sabor doce.
Ex: O biscoito de brigadeiro é o melhor!

Bolacha:
Biscoito empacotado de sabor salgado.
Ex: A bolacha Cream Cracker é a melhor.

Bombom:
Doce ou confete mais conhecido por 'bala' em outras regiões do país. Bombom em Pernambuco não quer dizer chocolate, mas sim, bala.
Ex: Vou ali na barraquinha comprar um quilo de bombom.


C
Cabra de Pêia:
Homem sem moral, ordinário, engraçadinho ou espertinho.
Ex: Quem é que esse cabra de peia tá pensando que é?

Cabra Safado:
Homem safado, esperto, sem vergonha
Ex: Aquele cabra safado vai me pagar pelo que fez!

Cabuloso:
Pedante, implicante, irritante ou que dá agonia.
Ex: Esse cachorro do vizinho é cabuloso demais!

Carão:
Repreensão, bronca, esporro.
Ex: Meu pai deu um carão danado em mim.

Catinga:
Cheiro ruim, fedor, mau cheiro. É diferente de caatinga.
Ex: Eca! Que catinga de cocô!

Catôta:
Meleca de nariz, ranho, geralmente endurecida.
Ex: Eca! O técnico da Alemanha comeu catota! 

Chamego:
Excitação sexual, carícias do namoro, volúpia, tesão, bolinar.
Ex: Oxe, meu nego, venha chamegar comigo, venha!


D
Dar o Lavra:
Zarpar, sumir, ir embora, sair.
Ex: Tá na hora de dar o lavra desse emprego!

Dedada:
Aquele gesto obsceno em que levanta-se o dedo do meio.
Ex: O jogador mandou uma dedada para a torcida!

Dengo:
Carinho, mimo, cuidado.
Ex: Adoro receber um denguinho da minha amada.

Dente do Siso:
O terceiro molar, também conhecido como dentiqueiro ou dente do juízo.
Ex: Tenho trinta anos e nunca nasceu o meu dente do siso.

Doido:
Ao pé da letra significa maluco, mas na periferia costuma ser usado no lugar de 'cara', 'mermão', 'mano', 'brother' ou 'maluco'.
Ex: Oxe, doido, tá ligado que esse cigarrinho aí foi liberado lá na Holanda?


F
Fidirrapariga:
Contração do xingamento 'filho de rapariga'.
Ex: Eu vou ensinar pra esse fidirrapariga com quantos paus se faz uma canoa!

Filar:
Colar numa prova.
Ex: Eu só passei de ano porque filei as provas!

Frango:
Apesar do sentido formal de 'frango' ser um galináceo jovem, geralmente cozido, a palavra também virou sinônimo de homossexual, viado e bicha.
Ex: Pintou as unhas e raspou as pernas? Isso aí só pode ser frango!

Fuá:
Cabeleira.
Ex: Eita, não vai pentear esse fuá, não?

Fuderoso:
Significa 'muito bom', 'muito foda', 'da porra'. Dizem ser uma fusão das palavras 'foda' com 'poderoso'.
Ex: Essa Lamborghini preta é fuderosa!

Fuleiro:
Pessoa que não cumpre com o que prometeu ou coisa de baixa qualidade.
Ex: Esse cara é muito fuleiro! Nem devolveu o meu disco de vinil!


G
Gaia:
Chifre ou corno.
Ex: Fulano levou foi gaia da mulher, visse?

Galego/Galega:
Pessoa loira.
Ex: A galega é mais simpática que a morena.

Gasear:
Matar aula.
Ex: Vou gasear aula com a galera lá na lan house.

Gréia:
Bagunça, agitação.
Ex: Que gréia foi essa lá no escritório, hein?


L
Lapada:
Pancada, porrada.
Ex: Ele deu umas lapadas boas na cara do safado!


M
Macaxeira:
O mesmo que aipim, mandioca, maniva, castelinha.
Ex: Comprei dez quilos de macaxeira. Se eu cozinho, é meu?

Mangar:
Tirar onda, tirar sarro, zoar.
Ex: Oxe, mainha, ficou todo mundo mangando de mim na festa!

Mói de Coentro:
Frouxo, covarde.
Ex: Tu é um homem ou um mói de coentro?

Moleque:
Maloqueiro, delinquente juvenil ou criança malcriada.
Ex: Vou botar esse moleque de castigo.

Montanha:
Qualquer elevação de terra, seja um morro ou um vulcão.
Ex: Oxe, rapaz, aquilo não é montanha não! Aquilo ali é o morro do Pão de Açúcar!

Mulesta:
Tem vários significados diferentes dependendo do contexto, geralmente é usado para intensificar algo.
Ex: Afe Maria, mainha me deu um carão da mulesta!

Mundiça:
Ralé, multidão.
Ex: A mundiça lotou o estádio!

Muriçoca:
O mesmo que mosquito, pernilongo e outros insetos chatos.
Ex: Fecha logo as janelas, menino, que tá na hora das muriçoca entrar!


O
Ôxe:
Contração do 'oxente', é uma interjeição que designa admiração, surpresa ou simplesmente nada.
Ex: Ôxe, deixe de ser besta, meu filho!


P
Papagaio:
Pode ser aquela ave falante, mas também pode se referir à pipa.
Ex: Passa o cerol na linha do papagaio pra ele ficar rochedo, doido!

Peba:
De baixa qualidade, ruim.
Ex: Que caneta peba é essa, nem escreve direito!

Pegar um Bigú:
Pegar uma carona.
Ex: Peguei um bigu com um colega na volta da escola.

Peido de Véia:
Tipo de bombinha usada como fogos em festas juninas.
Ex: Soltei um peido de véia dentro da sala de aula!

Peitica:
Chateação, implicância, aporrinhação. Pessoa chata.
Ex: Vixe Maria, pára com essa peitica, menino!

Pipôco:
Estouro ou barulho forte.
Ex: Vixe Maria, que pipoco foi esse?

Pirangueiro:
Que faz pirangagem, ou seja: pão-duro, avarento.
Ex: Deixe de ser pirangueiro, homem!

Pirralho ou 'Pirraia':
Criança pequena, piazinho, gurizinho.
Ex: Eita que pirralho chato!

Pitôco:
Botão apertável.
Ex: Por favor, aperta esse pitoco aí pro elevador descer.

Pão Francês ou Francesinho:
Também conhecido como pão de sal, cacetinho ou média.
Ex: Comprei dez francesinhos na padaria do Seu Lunga.

Pão Crioulo:
Conhecido também como pão sovado ou pão provence.
Ex: Por favor, me veja um pão crioulo, um taco de queijo e um café grande!


Q
Quenga:
Prostituta ou mulher sem valor.
Ex: Você escolhe: ou aquela quenga ou eu!

Quengo:
Cabeça.
Ex: Ai! Meti o quengo na quina do armário!


R
Rapariga:
Prostituta, mulher da vida, garota de programa, mulher ordinária, vagabunda.
Ex: Essa rapariga roubou o meu marido!

Rochedo:
Uma coisa que seja muito boa.
Ex: Mermão, esse teu relógio é muito rochedo!


S
Sopapo:
Soco, murro.
Ex: Eu levei um sopapo na cara, mas dei um bem pior na cara dele!


T
Tabacudo:
Abestalhado, imbecil, otário
Ex: Ôxe, mermão, deixe de ser tabacudo!

Tabica:
Vara fina ou cipó, muito usado para disciplinar crianças ou animais malcriados.
Ex: Pára de dar escândalo senão eu vou meter a tabica nas suas pernas!

Taco:
Pedaço de alguma coisa ou bastão.
Ex: Vou cortar esse taco de queijo.

Tebêi:
Golpe, pancada ou tabefe.
Ex: Eu vou dá-lhe um tebei na cara desse sem vergonha!

Torar:
Partir, arrebentar, quebrar.
Ex: O cordão torou.

Treloso:
Travesso, danado.
Ex: Eita menino treloso, desce daí!


V
Visse:
É o "Tá ligado?" na versão pernambucana. Usada como contração da palavra 'ouvisse?'
Ex: Ele não chegou ainda não, visse?


Z
Zambeta:
Pessoa de pernas tortas.
Ex: Beltrano não serviu ao exército porque é zambeta.

Zarolho:
Vesgo, estrábico.
Ex: Se o galo cantar quando tu tiver zarolho, tu vai ficar assim pra sempre!

Zuada:
Barulho, alarido ou muitas vozes e sons irritantes simultâneos.
Ex: Vamos parar com essa zuada na hora da aula!

PS:
Muitas dessas palavras não são exclusivas de Pernambuco, pois é possível vê-las em várias regiões do nordeste e do país.

0 comentários:

Postar um comentário