sábado, 17 de março de 2012

A Bíblia é um livro para crianças?


Acredito que nenhum adulto que tenha lido a Bíblia inteira seria irresponsável o bastante para deixar os seus filhos pequenos lerem o que está impresso nas folhas desse livro. A Bíblia é, claramente, uma literatura voltada para um público adulto - posto em vista toda a violência e barbaridades contidas no Antigo Testamento. São incontáveis passagens e versículos mostrando genocídios, assassinatos, estupros, incestos, canibalismo e extermínio: tudo isso consentido por Deus.
Eu não acho que seja proveitoso para o desenvolvimento de uma criança que elas tomem conhecimento de toda a monstruosidade humana que está exposta nesse livro.

A Bíblia, mais especificamente o Velho Testamento, está abarrotado de atrocidades de todos os tipos. Basta citar o Dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra e o massacre das crianças no Egito, onde o próprio Deus se encarrega de exterminar pessoas inocentes. Por essas e outras eu acho que a Bíblia deveria ser proibida para menores de 18 anos.




"Graças ao telescópio e ao microscópio, a religião não oferece mais explicações para nada de importante."
(Christopher Hitchens)



A melhor explicação que encontrei para a violência exposta na Bíblia foi embasada no contexto histórico. Extrai um texto de um amigo na internet que traz a explicação da forma mais mastigada possível:

"Para entender a violência do VT basta pesquisar o momento aproximado em que ele foi produzido. Em 589 a.C, Jerusalém foi arrasada pelos babilônios, e grande parte da população foi aprisionada e levada para o atual Iraque. Depois foram escravos do Faraó do Egito. Enfim, muitos dos livros do VT foram escritos num momento de submissão desse povo, onde a raiva, ódio e violência eram marcantes por causa da opressão de seus senhores. Satanás, citado no VT, pode ser apenas uma alegoria a um rei Babilônio, Assírio ou Faraó egípcio, pois eram os responsáveis pela escravidão dos hebreus. Por isso, surgiu a ideia de um Deus belicoso, vingativo e sanguinário, que ordena o extermínio de cidades inteiras, incluindo mulheres, crianças e idosos. A violência do Antigo Testamento é fruto dos séculos de guerras com os assírios, egípcios e os babilônios. Era esse momento de dor por que passava os autores da Bíblia, eles apenas transferiram esses sentimentos a seus escritos."

Esse gráfico mostra quantas pessoas Deus matou em comparação com o Diabo


"Eu li a Bíblia de capa a capa. Chamar aquele livro de 'a palavra de Deus' é um insulto a Deus. Chamar aquele livro de um guia moral é uma afronta à decência e dignidade dos povos. Chamá-lo de guia para a vida é fazer uma piada de nossa existência. E pretender que ela seja a verdade absoluta é ridicularizar e subestimar o intelecto humano." 
(Friedrich Nietzsche)

Existe um filme chamado God on Trial (Deus no tribunal), que conta a história de um grupo de judeus num campo de concentração que julgam as atitudes de Deus e o condenam. O filme está disponível no Youtube em 9 partes, a primeira delas está no link abaixo:
God on Trial - Legendado PT/BR - parte1

A seguir vou deixar dois excelentes vídeos do vloguer Wendell Marinho, que faz uma análise bastante sóbria a respeito da Bíblia e mostrando que ela não é um livro adequado para crianças. E também outro vídeo fabuloso do canal DomQuixoteTV.





"O Deus do velho testamento é provavelmente o mais desagradável dos seres em toda a ficção. O ciúme e o orgulho do mesmo o leva a um mimado e imperdoável controle dos mais fracos com evidente sede de sangue e desejo de limpeza racial. Um machista, homofóbico, racista, infanticida, genocida, filicida, pestilento, megalomaníaco, sadomasoquista, caprichoso e malevolente fanfarrão!"
(Richard Dawkins)

2 comentários: