quinta-feira, 8 de março de 2012

O mito do sexo frágil

Mulheres lutando por seus direitos
Nesse dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, eu resolvi publicar um post sobre a importância das mulheres lutarem pelos seus direitos. Porém, após uma pesquisa na internet, eu fiquei extremamente indignado com o que as mulheres sofrem apenas por serem mulheres. É revoltante toda a violência, preconceito e machismo ao qual as nossas meninas são submetidas nesse mundo. Neste post eu vou desmistificar a ideia do sexo frágil e também enfantizar a luta por uma vida digna para as mulheres.

O sexo frágil
As mulheres receberam ao longo da história o rótulo pejorativo de "sexo frágil" por não possuírem a mesma força física dos homens, por não caçarem animais selvagens e por possuírem maior empatia e sensibilidade. Na verdade, esse rótulo só cabe às mulheres numa sociedade machista. Pense bem: sofrer cólicas, sofrer TPM, aguentar nove meses de gestação, dar a luz, cuidar dos filhos em jornadas duplas de trabalho e ainda sobreviver a tudo isso não é para os fracos. Esse rótulo de fragilidade não apenas é machista como também é injusto, uma vez ele minimiza e desconsidera o sofrimento feminino. É preciso ser muito ingênuo para considerar alguém como sendo forte apenas pela sua massa muscular, ignorando assim os atributos emocionais, psicológicos, intelectuais e sociais. E o grande problema dos rótulos é que além deles serem quase sempre injustos, eles servem mais para segregar do que para unir as pessoas.


Quem é o sexo forte
Cada mulher tem a sua própria beleza
Se alguém tivesse que receber o rótulo de sexo forte, esse rótulo caberia às mulheres. Isso porque as mulheres sofrem de tudo: violência, machismo, traição, recebem menos que os homens, são criminalizadas quando abortam, são tratadas como objeto e muitas vezes suportam tudo isso caladas: um sofrimento silencioso que destrói a autoestima e que não é compartilhado com mais ninguém. Além disso, as mulheres também estão sujeitas a rituais de beleza cruéis, como argolas para estender o pescoço, sapatos que esmagam os pés, sessões dolorosas de depilação, espartilhos apertadíssimos, dietas perigosas para emagrecer e até o extirpamento de costelas para parecerem mais magras.
A frustração e o sofrimento oriundos desses rituais de beleza juntamente com todo o sofrimento e humilhação social a que as mulheres são submetidas traz diversos males psicossomáticos, tais como depressão, insônia, fibromialgia, enxaquecas e constipações que tornam a vida das mulheres ainda mais difícil e dolorosa.
Sobreviver a tudo isso e ainda ter que trabalhar, cuidar dos filhos e aguentar assédios é, para mim, uma prova mais do que suficiente de que as mulheres são extremamente fortes por natureza, talvez bem mais que os homens.

Sexo forte ou sexo covarde?

Conquistas femininas
O que realmente me impressiona é que apesar de terem sido massacradas, perseguidas e cerceadas durante praticamente toda a história, as mulheres conquistaram pouco a pouco direitos e cargos que tradicionalmente foram negados a elas, tais como o direito de votar, o direito de estudar, o direito de trabalhar fora, o direito de dirigir, o direito de se vestirem livremente, o direito de ocupar cargos públicos, etc. O que eu me pergunto é como é que podem rotular de "sexo frágil" esses seres que, apesar de todo o sofrimento a que são submetidos, lutam com bravura e persistência para terem melhores condições de vida.
O que mais parece é que há um medo crescente de muitos homens, especialmente os mais conservadores, de terem de competir com pessoas bem mais fortes que eles.


A luta pela igualdade
Apesar de todas as conquistas femininas neste último século, a luta pela igualdade de direitos apenas começou. Ainda há muito por ser conquistado para que possamos ter um mundo mais justo para todos os seres humanos. E parafraseando o humanista Martin Luther King, eu diria que eu tenho um sonho: Eu tenho um sonho de que as minhas filhas e netas um dia viverão numa nação onde não serão julgadas pelo seu sexo, mas sim pelo conteúdo de seu caráter e pela sua competência.

Motivos pelos quais as mulheres devem continuar lutando por seus direitos:

Para não serem mais torturadas e assassinadas por bruxaria

Durante a Idade Média, o Martelo das Bruxas (Malleus Maleficarum) pregava a violência, a tortura e a morte contra as mulheres que fossem suspeitas de bruxaria.
O Martelo das Bruxas: documentário do National Geografic


Para que não sofram mais mutilações genitais

Em muitos países africanos, as meninas têm o clitóris extirpado para que tenham sua sexualidade manipulada.
Excisão: A mutilação da Mulher


Para que não tenham mais o rosto desfigurado por ácido

Mulheres paquistanesas são atacadas por homens com ácido sulfúrico no rosto apenas por dizerem não a eles.
Mulheres paquistanesas desfiguradas
Vítimas da honra


Para que o estupro não seja admito pelas leis

Existem países cujo Estado consente com a prática do estupro, tratando essa forma de violência extrema contra a mulher como algo aceitável.
A lei do estupro
Mitos e fatos sobre a violência sexual


Para que não tenham vergonha do seu corpo

Ter vergonha do próprio corpo prejudica a autoestima e a vida sexual.
Como não ter vergonha do próprio corpo


Para que não casem mais contra a própria vontade

Em vários países as mulheres são literalmente vendidas para casarem com um homem.
Adolescente é morta por recusar casamento forçado em Guiné-Bissau


Para que não sejam perseguidas e agredidas pelos seus companheiros

A cada 15 segundos uma mulher é espancada por homem apenas no Brasil.
Sobre a violência contra as mulheres
Violência à mulher no mundo


Para que tenham o direito à saúde pública
O aborto clandestino é responsável por mortes e sequelas graves em mulheres que não têm o direito de realizar esse procedimento de forma segura.
Abortos resultam em 10% dos casos de mortes maternas


Para que possam receber um salário igual ao dos homens

As mulheres recebem em média 26% menos que os homens ocupando exatamente o mesmo cargo.
Mulheres ganham bem menos que os homens


A luta continua...


"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons"  
(Martin Luther King)

8 comentários:

  1. Felizes são as mulheres que conhecem homens sensíveis como você.
    Parabéns pela postagem.

    Beijos meus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, llManuh, meu objetivo é conscientizar as pessoas e mostrar a importância pela luta de direitos iguais para todos.

      Abraços meus.

      Excluir
  2. Olá!
    Texto informativo! E por tal característica dá um medinho danado ao ler! Informações fortes que muitas vezes esquecemos que existem, que são reais...
    Sou otimista de carteirinha: melhoramos muito e claro que ainda existem 'n' pontos para evoluírmos! Acredito que o homem que é capaz de tratar uma mulher de maneira desrespeitosa é porque no mínimo ele é um covarde, e por isso morre de medo de ficar para trás, justamente pela força da mulher... Idiota que é, pois deveria sim caminhar lado a lado...
    Abração pro cê!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria dos homens que é contra os direitos das mulheres quase sempre é covarde e se encaixa naquele perfil de "Ah, mas os homens estão ficando desvalorizados". Ah, vão se catar, seus marmanjos chorões!
      Temos todos que lutar por direitos iguais, porque isso vai trazer melhor qualidade de vida par todos nós. Homens ou mulheres, estamos todos no mesmo barco!
      Abração p'rá ti.

      Excluir
  3. PARTE 1:

    vou refutar cada um de seus argumentos e acrescento que não devemos lutar pelos direitos de A ou B.
    mas sim lutar pelos direitos de todos os seres humanos serem tratados com dignidade e respeito.
    vamos lá

    querem igualdade?
    BRUXARIA: muitos cientistas homens foram queimados nas fogueiras da Inquisição na idade média.
    eles ajudaram a evoluir a Química, Física, Engenharia,matemática e medicina para que hoje tivéssemos mais qualidade na area da saúde.
    alguma feminista vai defende-los?
    lista dos cientitas quemados nas fogueiras da inquisição:
    http://www.gazetadopovo.com.br/blog/tubodeensaio/?id=1003022

    mutilações genitais:
    homens judeus sofrem circuncisão(cortam a pele do pênis)
    e assim ficam com o órgão exposto a vírus, germes e bacterias.
    alguma feminista vai lutar pelos direitos desses homens de não serem mais mutilados?
    http://www.google.com.br/search?rlz=1C1_____enBR455BR455&q=circuncis%C3%A3o&hl=pt-BR&sa=X&nfpr=&spell=1
    http://www.centroculturaljerusalem.com.br/admin/images_historias/circuncis%C3%A3o.jpg

    mulheres também desfiguram homens quando ele diz "NÃO" ou são contrariadas.
    http://www.meionorte.com/noticias/internacional/dentista-arranca-todos-os-dentes-do-ex-namorado-para-vingar-fim-de-relacionamento-164346.html
    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/942684-nos-eua-mulher-corta-penis-do-marido-joga-no-triturador-e-foge.shtml
    se homens fazem atrocidades quando são rejeitados, mulheres fazem atrocidades piores ainda.

    estupro:
    homens são estuprados nas cadeias;
    meninos são estuprados por padrasto marginais marido da mulher.
    será que as feministas estão preocupadas com esses homens e meninos estuprados ?
    direitos iguais ?

    para não terem vergonha do seu corpo:
    a mulher gordinha reclama que não consegue namorado,
    mas será que ela aceitaria normorar ou casar com um gordinho?
    quem inventou essa historia de preocupação com o corpo foram as proprias mulheres
    mulheres são obcecadas com a propria beleza.
    se os homens fossem obcecados pela beleza propria
    eles nunca mais tomariam cerveja nem comeriam exageradamente.
    será que as feministas querem namorar um cara gordinho ?
    http://midia.iplay.com.br/Imagens/Fotos/001791.jpg

    casar contra propria vontade?
    aqui no Brasil se voce namora uma mulher e diz que não quer casar ela dá um chilique
    chora, faz berreiro, briga e chuta o homem.
    elas querem obrigar o homem a casar
    será que alguma feminista defende o direito do homem de apenas namorar e não casar contra propria vontade?

    ResponderExcluir
  4. PARTE 2:

    não ser agredidas pelo companheiro.
    a mulher agride o homem psicologicamente:
    - flerta com outros e nega até a morte
    - sai pra festas com as amigas e trai o namorado/marido
    - transa com o melhor amigo do cara
    - na hora de resolver um problema simples do casal,
    ela quer ganhar no escandalo, grita pra todo mundo ouvir
    e pensarem que o marido dela está agredindo ela fisicamente.
    ela se faz de vítima e vence o debate aos berros(espertinha!).
    será que as feminista defendem esses homens agredidos psicologicamente ?
    a mulher inves de procurar um homem gentil, educado, estudioso e romantico para namorar e casar.
    procuram esses fortões, bombados, Dj's, garanhões comedores rodeado de mulheres, agressivo.
    é obvio que se ela não quiser fazer sexo anal ou chupar ele vai espanca-la
    afinal, ele já está acostumado a ter tudo das mulheres
    não vai ser a bonitona que vai bancar uma de c.ú doce pra cima dele.
    ele vai espanca-la e exigir o sexo oral.
    ele é assim: fortão, gostosão, bombado, agressivo.
    esperava o que ?
    poemas e rosas dele?
    hahaha....


    direito a saude publica:
    - mulheres tem campanha sobre cancer de mama
    - mulheres tem campanha sobre cancer de colo de utero
    - mulheres tem campanha sobre endometriose
    - mulheres tem campanha sobre stress e depressão feminina
    - mulheres tem campanha sobre hpv, hiv, herpes e tudo mais.

    - homens só tem uma simples, tímida e ridicula campanha sobre cancer de próstata.
    será que as feminsitas vão lutar pela pobre saúde dos homens?


    salarios iguais:
    será que as feministas vão lutar pelo aumento do salario dos homens que trabalham em canaviais como bóias-frias,
    ou carvoeiros, ou garimpeiros que se expoem a serios riscos de saúde no trabalho ?
    será que as feministas vão lutam pelo direito desses homens?



    as feministas não lutam por direitos iguais
    elas lutam apenas por elas mesmas, seus egos e suas vaidades.
    se querem falar de DIREITOS IGUAIS, então não falem de DIREITOS DA MULHER
    melhor falar em DIREITOS HUMANOS.

    Sim. DIREITOS HUMANOS.
    pois muitos homens, mulheres, crianças, negros, asiaticos, indios sofrem com a falta desses direitos.
    todos nós somos humilhados.
    o mundo não é facil para os homens nem pra mulheres nem pra crianças.
    devemos sim lutar pelos direitos universais de todos.

    abaixo o feminismo!
    abixo o machismo!

    viva aos DIREITOS HUMANOS, pois eles sim nos levam à igualdade!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dá nem vontade de responder vocÊ, falou, falou, falou e não disse nada proveitoso.

      Excluir
  5. Uau, achei interessante seus contra-argumentos! Concordo que os homens também sofrem horrores e há pouca mobilização social para tratar dos nossos problemas. Inclusive pretendo falar sobre os direitos dos homens em outro post. Eu foquei nos problemas femininos porque esse post foi especial para o Dia Internacional da Mulher.

    E o mundo não pode mesmo dar mais direitos a um sexo do que a outro, devemos lutar por direitos humanos, como você bem colocou.

    Agradeço enormemente ao seu comentário. Namastê!

    ResponderExcluir