domingo, 16 de setembro de 2012

As pérolas da bancada evangélica

Como a bancada está dividida (clique para ampliar)

Veja abaixo o desserviço social que a bancada evangélica está prestando ao nosso país e ao estado laico, usando, claro, o SEU DINHEIRO:

Lei do Pai Nosso
Essa lei obrigou os alunos do ensino fundamental de Ilhéus-BA e de Apucarana-PR a rezarem o Pai Nosso antes de todas as aulas. Os autores da proposta são o vereador Alzimário Belmonte (PP-BA) que é evangélico e frequenta a Igreja Batista, e o vereador José Airton Araújo, o “Deco” (PL-PR), também evangélico.




Fontes:
http://sul21.com.br/jornal/2012/02/lei-do-pai-nosso-obriga-criancas-a-rezarem-antes-das-aulas-em-ilheus/
http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1270039&tit=Camara-aprova-lei-do-Pai-Nosso-em-escolas-de-Apucarana

"Cura" gay
Apelidado de "cura gay", o projeto, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica, quer vetar a validade de dois dispositivos da Resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia que impedem psicólogos de usar a mídia para reforçar preconceitos ou propor tratamento para homossexuais

video

Fonte:
http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/06/discussao-sobre-cura-gay-opoe-deputados-em-audiencia-na-camara.html


Dia do orgulho hétero
A Câmara Municipal de São Paulo aprovou o projeto de lei 294/2005, do vereador Carlos Apolinário (DEM), que institui, no município, o Dia do Orgulho Heterossexual.


Fonte:
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/08/camara-de-sp-aprova-dia-do-orgulho-hetero.html


Bolsa estupro
O deputado federal Henrique Afonso (PV-AC), evangélico, propôs a criação da “bolsa-estupro” para evitar que mulheres vítimas de violência sexual optem por fazer o aborto.


Fonte:
http://www.odiario.com/blogs/inforgospel/2011/12/09/evangelico-e-deputado-propoe-o-bolsa-estupro-para-evitar-o-aborto-confira/


Homofobia nos hemocentros
O deputado Jair Bolsonaro, do PP-RJ, afirmou que vai propor um projeto de lei que garanta que a pessoa que necessitar de transfusão de sangue possa optar por receber apenas sangue doado por um heterossexual.
Abaixo, deixo um vídeo do vlogueiro Merlim das Trevas criticando pesadamente essa proposta.


Fontes:
http://www.genizahvirtual.com/2011/07/mein-kampf-ii-jair-bolsonaro-declara.html
http://www.maringay.com.br/o-sangue-gay-tem-17-vezes-mais-chance-de-ter-aids-diz-bolsonaro/


E para fechar com chave de ouro, fica aqui o show gospel apresentado na Câmara Federal pela deputada Lauriete Rodrigues (PSC-ES):

Ligação externa:
Um país laico, com bancada evangélica (gráficos)

4 comentários:

  1. Ainda teremos uma guerra santa nesse país laico, se não acordarmos para essas interferências absurdas. Cadê o direito de brasileiros que preferem educar seus filhos sem ensinamentos religiosos, do direito de escolha dos jovens de seguir ou não uma religião?

    Beijos meus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, llManuh, depois vem esses religiosos nos perguntar por que nós atacamos tanto as religiões. Nós estamos brigando por um estado laico e para que não ocorram guerras fundamentadas em valores religiosos, como vemos atualmente no mundo islâmico.
      O Brasil não pode se render a uma ditadura religiosa.

      Abraços.

      Excluir
  2. Tive a "felicidade" de estudar num colégio católico (marista), acho que foi aí que comecei a perceber que as aulas de religião - obrigatórias - eram uma espécie de gazeta oficial, uma coisa de desocupados mentais...rss

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eudyrj, eu não sou e nunca serei contra as aulas de religião, mas desde que elas ocorram em escolas cristãs ou que sejam optativas para os alunos. Tentar impor uma lei religiosa em um estado laico é uma atitude antidemocrática.

      Abraço.

      Excluir