segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Dizer que o nazismo é de esquerda é um atestado de insanidade

Imagine a cara que o führer faria se o chamassem de socialista...

Dizer que o nazismo é de esquerda é um insulto, um ultraje, ao intelecto humano. Somente pessoas totalmente alienadas ao mundo real e que têm alergia a livros de história são capazes de fazer uma afirmação tão insana. As academias de ciências políticas do mundo inteiro são unânimes em afirmar que o nazismo era de extrema-direita não por "esquerdice", mas pela simples observação dos fatos. A presença de um Estado forte, a palavra "socialista" escrita na sigla e milhões mortos por perseguição política NÃO indicam que um regime é de esquerda. Os regimes de esquerda alicerçam sua base ideológica na igualdade, na inclusão social, nos trabalhadores, no combate ao capitalismo e na estatização. O nazismo era exatamente o contrário disso tudo, além de ser escancaradamente antimarxista, como cansam de provar até hoje os neonazistas. Além disso, na Alemanha nazi o que existia era a propriedade privada dos meios de produção: fato que por si só prova que o nazismo era qualquer coisa, menos socialista.

O que falta mais agora? Dizer que Hitler era "gayzista" também?

Essa neodireita da classe média brasileira precisa parar de adotar teorias da conspiração difundidas por gurus aloprados que sentem fobia do conhecimento acadêmico. Dizer que o nazismo é de esquerda é motivo de vergonha, de chacota. É completamente doido, demente e sem noção escutar algum "çábio" da internet proferir na maior cara de pau do mundo que o nazismo era "socialista". Se o nazismo é de esquerda, então vai lá defender essa sua tese pseudointelectual em uma academia de história ou de ciências políticas para ver o que os seus pares terão a dizer sobre essa sua conclusão. Garanto que você será tratado com a mesma seriedade com que os criacionistas são tratados na academia de ciências.

O vídeo abaixo debocha um pouco desse assunto.




0 comentários:

Postar um comentário