sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Bolsonaro é a mosca do cocô do cavalo do Trump


Ontem assisti a um vídeo que mostrava a euforia coletiva de uma multidão de bolsominions ao receber o deputado Jair Bolsonaro no aeroporto do Recife. Nos comentários, como sempre, havia gente comparando o Trump com o Bolsonaro, como se eles fossem iguais. Porém, como já salientei, Bolsonaro é uma cópia cagada, cuspida e vomitada do próximo presidente americano.


A verdade é que o Bolsonaro é só um politicozinho de araque que quer aparecer. Não é como o Trump, que é um bilionário protecionista e que nunca foi político antes de ser eleito presidente. Inclusive, muitos apostaram no Trump justamente por ele ser um cara de fora do meio político que financiou a própria campanha sem apoio algum do establishment, da mídia mainstream e das oligarquias tradicionais. Já o Bolsonaro é um golpista, entreguista e marionete das oligarquias tal como o Sr. Michel Temer. Ele quer posar de defensor da moral e dos bons costumes, mas vive no meio de bandidos que se infiltraram no PSC. Essa galera fanática que grita "Bolsomito 2018" está simplesmente indo na onda: na modinha de youtubers conservadores e de páginas reacionárias das redes sociais que estão de saco cheio do "politicamente correto" e da redução das desigualdades iniciadas pelo PT. Bolsonaro, diferentemente do Trump, não tem nenhuma proposta séria para a economia, para a saúde ou para a inclusão social. O cara só sabe repetir insanidades de quem tem fetiche pela ditadura militar e criar polêmicas desnecessárias para aparecer. Fora que o índice de rejeição dele é consideravelmente alto, além dele não ter feito nada de útil pelo Brasil até hoje como parlamentar. Bolsonaro não tem apoio das centrais sindicais, dos movimentos sociais, da parte progressista da classe média, da esquerda e nem de setores mais franciscanos da Igreja Católica. Até mesmo a honestidade do sujeito é questionável após a divulgação do seu nome na Lista de Furnas.
Enfim, Bolsonaro é, na melhor das hipóteses, a mosca do cocô do cavalo do Trump.

É preciso ter um fecaloma no cérebro para apoiar um defensor de torturadores
 

0 comentários:

Postar um comentário